O dragão imperialista de personalidade dupla – Um cordel sobre os EUA

O dragão imperialista de personalidade dupla

Por Jetro Fagundes (*)

I

Vento, não sou fundamentalista
mas como Batista Tradicional
vim falar dum império egoista
que exporta toda espécie de mal

Amigo sumano dos idealistas
quero desabafar no teu arraial
contra prepotência capitalista
de um dragão medonho imperial

Das origens de treze colônias
ele aprendeu muito bem a lição
com a sua alma gêmea medonha
o império britânico da ambição

Aprendendo a arte da cobiça
de quem vivia do piratear
se tormou amante da injustiça
da dissimulação, do explorar

Destinado a viver seu carma
da maldade imperialista vil
via ingleses fornecendo armas
aos irmãos Paraguai e Brasil

Vento, tu que conheces a brenha
as fendas, os varadouros e canais
lembras da história panamenha
violentada na base dos punhais?

Herdado do teu povo colombiano
o Panamá sofreu ocupação brutal
da parte de notórios levianos
para a construção de um canal

Maldade assim, leviano bote
testemunhado pelo azul do céu
também foi sofrido por Nabote
vítima da cobiçosa Jezabel

Apaches, Comanches, Touro sentado
Pele Vermelha sofreram dor, extinção
e viram Estados sendo Unificados
dando origem ao notório dragão

Na ambiciosa marcha para o leste
o dragão de sentimento anticristão
aterrorizava com mortes, e pestes
desalojando povos do sagrado chão

Na base do um MANIFESTO DESTINO
ideologia da supremacia racial
levavam nos exércitos assassinos
uma musa columbiana angelical

E é com essa diabólica doutrina
que o dragão ambicioso imperial
sai interferindo na América Latina
mundo afora, em toda esfera global

Enriquecido através da agiotagem
e da expropriação internacional
fez e ainda faz mal uso da imagem
do Deus, o nosso Pai Celestial

Propagando predestinada idéia
se tornou como império do mal
na coisa bem pior que Laodicéia
a igreja que amava o vil metal

Praticanto usura, brancos assaltos
passou a emprestar dólares às nações
cobrando juros extorsivos, bem altos
pra poder fabricar balas, canhões

I I

Adornada de colares, anéis, brincos
agiotando suplanta o reino de babel
rasgando o Salmo quinze, verso cinco
que diz: agiota não entrará  no Céu

Com essa predestinação manifestada
produziu impressionantes manipulações
na tal da raça eleita privilegiada
que conduziria o destino das nações

Essa perversa mentalidade racista
deu enorme impulso, contribuição
para que a ariana mente nazista
contaminasse um austríaco-alemão

E assim da maneira mais indecente
o dragão imperialista vive no cio
se comportando dissimuladamente
usando o porrete e falando macio

E assim age como um imperialista
por aí, nos recantos continentais
com sua política expansionista
rasgando tratados internacionais

Aparentando a mais pura ingenuidade
de um dragão com pele de santarrão
se edifica como império da maldade
nos países gerando desestabilização

Com suas diabólicas, ingerências
na base do uso e abuso do poder
nem se envergonha de ser a potência
que sai cobiçando tudo o que vê

Sem se tocar por ser império lunático
apesar de se achar uma nação cristã
matou milhões no sudoeste asiático
num verdadeiro genocídio no Vietinã

Vento, sabes que o Império Insano
tratava vietinamitas de modo banal
diziam que esses eram Piolhos Humanos
e primitivos comedores de arrozal

Usando os seus métodos de extermínio
agente laranja e outras armas letais
provocaram um verdadeiro morticínio
e contaminaram campos e mananciais

Cometendo as mais bárbaras atrocidades
coisas que só ímpio é capaz de fazer
industrializou em série a mortandade
além de estuprar meninas a bel prazer

Menina adolescente, flor da beleza
era nas vilas e campos dos arrozais
forçada sem menor chance de defesa
nos mais hediondos abusos sexuais

Crimes não só contra a humanidade
que nesse tempo nada pôde fazer
Mas crime contra a própria Divindade
do Soberano que lá do alto tudo vê

Companheiro dos sumanos, dos mocambos
Vento, mano cabano não chores, não
um dia esse dragão com os seus rambos
foi vencido pelo Vietinamita teu irmão

Foi vencido porque uma mão bendita
achava justa a causa da reunificação
entre o sul e o norte vietinamita
que sonhavam sonhos duma unida nação

I I I

É assim que esse império genocida
recebe castigo, merecida lição
de ser pela primeira vez na vida
derrotado a peso da humilhação

Vitória explendorosamente bonita
e na base da resistência popular
de uma nação honrada Vietinamita
cujo o arroz é a base alimentar

Utilizando certa lendária trilha
decidiu ser a nação do Vietnã
e venceu com guerra de guerrilha
o império prepotente do vil Sam

Império que com Bíblia num punho
e num outro utiliza um punhal
dá um péssimo exemplo, testemunho
das bondades do Pai Celestial

Império que nas noites tenebrosas
nem percebia que o nosso céu azul
via todas as relações incestuosas
com as ditaduras na América do Sul

Buscando sempre estar por cima
deu apoio a regimes ditatoriais
recebendo em troca matérias-primas
e vergonhosas vantagens comerciais

Tramando sempre de forma obscena
conseguiu com leviandade sabotar
a socialista democracia chilena
levantada pela vontade popular

Vento, sumano que tudo compreende
nem é segredo o que vou te contar
A MEMÓRIA DE SALVADOR ALLENDE
em La Moneda pra sempre viva está

Lembras porta-aviões, torpedeiros
na operação brother sam, sabotar
com apoio de golpistas brasileiros
contra o presidente João Goulart?

Lembras os indiscriminados ataques
que feriram a auto determinação
dos povos e regiões como Iraque
e mãe África, e o Afeganistão?

Império pirata dos atos mortíferos
que jamais busca a paz internacional
é caçador de ricos poços petroliferos
e que já botou seu olhar no Pré-Sal

Império da falsidade ideológica
protecionista no seu próprio quintal
mas que pratica ações mercadológicas
no exterior com doutrina neoliberal

Vento, um dia esse hediondo império
contas com a História irá prestar
como tantos que findaram no cemitério
pelo mal que insistiram em praticar

Sim, um dia esse império da maldade
prestará contas por sua dissimulação
pelas facetas da dupla personalidade
e por usar o nome do Deus Eterno em vão

Vento, eu nada entendo de escatologia
mas eu sei que esse dragão imperial
daqui a alguns anos ou alguns dias
terá como o castigo um triste final

Jetro Fagundes
Farinheiro Marajoara

2 replies »

Comente sem medo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s