Tive o mundo em meu peito

Já estava mais do que na hora de eu publicar neste blog o poema que, há cerca de 8 anos, escrevi em homenagem ao meu amado Colégio Pedro II. Aproveito, assim, para fazer uma ampla homenagem a todos os que ajudaram a construir a história deste colégio sem igual: alunos, professores, funcionários. Abaixo seguem duas fotos, uma delas retratando uma das mobilizações do movimento estudantil das quais participei durante aqueles anos inesquecíveis. Logo abaixo, segue o meu singelo poema. Ao CPII, meu eterno amor.

Colégio Pedro II

=> Dedico este poema ao meu querido e inesquecível Colégio Pedro II, em especial à Unidade Engenho Novo, onde, durante 7 anos, escrevi algumas das mais belas páginas da minha vida.

O que dizer de ti? Um colégio tão especial!
Que ainda desperta os mais puros sentimentos
Consegue modernizar-se, sendo tradicional
Sempre palco de inesquecíveis momentos

Para dizer tudo aquilo que representas,
Eu ficaria horas e horas a escrever,
Precisaria de mil folhas imensas
E ainda ficaria muito por dizer

Direi: é uma honra usar o emblema
De um colégio que glória se chama
Receba este meu tão singelo poema
Como homenagem de quem te ama

Dezembro de 2001,
Ana Helena Tavares

4 replies »

Comente sem medo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s