Nova

Live celebra a memória de bispo que viveu no Araguaia e abraçou causas sociais

Neste sábado, 23 de outubro, completam-se 50 anos da ordenação episcopal de Dom Pedro Casaldáliga. Data será marcada por uma live, transmitida por vários canais

Passado meio século da ordenação episcopal do bispo católico Pedro Casaldáliga, catalão que chegou ao Brasil em 1968 e foi viver em São Félix do Araguaia, norte do Mato Grosso, onde foi enterrado em agosto de 2020, diversos grupos se uniram para organizar uma live de celebração de seu episcopado. O evento virtual será veiculado dia 23 de outubro, sábado, às 17h30min.


Naquele 23 de outubro de 1971, Pedro, como o bispo sempre pedia para ser chamado, recusou-se a ostentar as marcas do poder eclesiástico: preferiu um anel de madeira, um chapéu de palha e fez de um remo indígena o seu báculo. 

“Nada possuir, nada carregar, nada pedir, nada calar e, sobretudo, nada matar”, era o lema de Casaldáliga.

“Não terás outro escudo que a força da esperança e a liberdade dos filhos de Deus, nem usarás outras luvas que o serviço do amor”, dizia um trecho do convite para a ordenação.


Segundo representantes da organização da live, “o evento virtual, comemorativo desta efeméride, terá viés histórico sem nenhum tipo de proselitismo, assim não poderia deixar de ser tratando-se de homenagem a um bispo que, mais do que ecumênico, era macroecumênico”.


A transmissão ocorrerá simultaneamente nos seguintes canais do Youtube e Facebook: Amigos da Prelazia; Conselho Indigenista Missionário (CIMI); Comissão Pastoral da Terra (CPT Nacional); Irmandade dos Mártires da Caminhada; Fundação Pedro Casaldáliga (Catalunha); e Um bispo contra todas as cercas.


Nas redes sociais dos canais citados, é possível saber mais sobre o evento, o qual contará com a participação de pessoas que estavam presentes àquela cerimônia humilde de ordenação que, à época, alcançou repercussão mundial. Também marcarão presença religiosos, intelectuais, artistas e ativistas sociais.


Além de celebrar a data, a live pretende, de acordo com seus organizadores, “trazer luz sobre a atualidade dos temas que Pedro viveu e pautou na sociedade”. Temas estes tais como: a luta contra a escravidão no campo e pelo direito à terra, a defesa dos povos indígenas, educação laica e de qualidade.

Categorias:Nova, Política

Marcado como:

Comente sem medo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s