Código Florestal

Contra Código Florestal, CNBB vai mobilizar 12 mil paróquias por assinaturas

Por Gilberto Costa
Agência Brasil*

O presidente da CNBB, dom Raymundo Damasceno, durante entrevista coletiva sobre o Código Florestal

A Igreja Católica poderá mobilizar suas 12 mil paróquias para fazer circular um abaixo-assinado contra o projeto do novo Código Florestal aprovado na Câmara dos Deputados e em tramitação no Senado Federal.

O anúncio foi feito nesta sexta-feira (17) em Brasília pela cúpula da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que pretende criar um fórum com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e um grupo de ex-ministros do Meio Ambiente contrários às mudanças propostas na lei.

O Conselho Permanente da CNBB divulgou nota contra a flexibilização do uso de áreas de preservação permanente (APP) e contra a anistia das multas e penalidades a quem desmatou, estabelecidas no relatório do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP).

O documento convoca os católicos “a participar do processo de aperfeiçoamento do Código Florestal, mobilizando as forças sociais e promovendo abaixo-assinados contra a devastação”. Segundo a CNBB, as decisões referentes ao código não podem ser motivadas por uma lógica produtivista que não leva em consideração a proteção da natureza, da vida humana e das fontes da vida. “Não temos o direito de subordinar a agenda ambiental à agenda econômica”, diz ainda a nota da CNBB.

No ano passado, a participação da Igreja Católica viabilizou o recolhimento de mais de 1 milhão de assinaturas em favor da Lei da Ficha Limpa aprovada pelo Congresso Nacional. Com a mobilização de agora, a CNBB espera ser ouvida na discussão do novo código. “Não queremos nos furtar a participar da melhoria do texto”, disse aos jornalistas o secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner.

Além de destacar a importância de participar das discussões, o bispo disse esperar que Senado convoque a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) para debater a proposta. No mês passado, a SBPC apresentou ao Congresso Nacional e ao governo federal um estudo preliminar sobre as consequências da mudança do código no aumento do desmatamento.

“Eu espero ser convidada para o debate. Já estamos com a apresentação pronta”, disse à Agência Brasil a presidente da SBPC, a bioquímica Helena Nader.

Ela informou que a presidência do Senado não acatou nenhuma das sugestões encaminhadas pela SBPC em carta, como, por exemplo, a proposta de que a Casa inclua a Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) na discussão do projeto do novo código.

O projeto tramita entre as comissões de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) e de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

A CNBB também divulgou nota sobre a violência na Amazônia, mencionando o assassinato de quatro camponeses, recentemente, nos estados do Pará e de Rondônia, que foi associado a conflitos agrários e ambientalistas. “As ameaças [aos camponeses mortos] já eram de conhecimento das autoridades competentes, Infelizmente, pouco foi feito para proteger estas famílias”, diz a nota da CNBB.

*Fonte: http://sul21.com.br/jornal/2011/06/contra-codigo-florestal-cnbb-vai-mobilizar-12-mil-paroquias-na-coleta-de-assinaturas/

Categorias:Código Florestal, Meio Ambiente

Tagged as:

1 reply »

  1. Que tristeza ver mais uma vez a CNBB, preocupada com coisas mundanas, Bem que Jesus disse: Acaso quando eu voltar encontarei ainda fé?
    Sim encontrará nos mais humildes, naqueles que tem um santo temor de Deus,naqueles que tem obediencia ao Santo Papa e seguem seu verdadeiro catecismo, o que não vejo nestes bispos, triste dizer isso mas é a realidade, sempre distorcem as palavras do Santo Papa, quando lançaram a campanha 2011 defendendo a ecologia, sendo que o Santo Papa disse: antes defender a ecologia humana….Pois então quem mais precisa de defeza? Não são as pessoas que vivem nas drogas , pessoas que estão cada vez mais se afastando dos santos sacramentos, acaso Jesus não disse : eu sou o pão da vida aquele que vem a mim jamais sentirá fome e sede… Ah claro que eles nem se lembra disso, afinal os bichos estão ficando em extinção, afinal o planeta pede socorro agora eu pergunto: E as almas não necessitam de socorro?
    E tem mais cade que foram atras de fazer um abaixo assinado para não entrar esta lei diabólica no nosso País, esta lei de uniao estavel entre gays… ou será que acham normal isso, sendo que é abominavél aos olhos de Deus… Pois Deus ama o pecador e nao o pecado.
    Já percebi o quanto eles estão preocupados com o mundo, como se fosse o mundo que vamos apresentar a Deus, quando saiu esta lei diabólica da uniao estavél dos gays , teve até um frei que aplaudiu e um padre tb fez o mesmo,onde estava a CNBB para corrigir estes homens que se dizem padres?
    Que Deus tenha miséricordia de nós.

    Curtir

Comente sem medo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s