Diálogos

Dialogando por querer

Renato Russo (1960-1996) e Leila Pinheiro em foto de 1988, quando ela mostrou ao roqueiro a versão que fizera para Tempo perdido (foto/Ana Regina Nogueira)

Renato Russo e Leila Pinheiro em foto de 1988, quando ela mostrou ao roqueiro a versão que fizera para Tempo perdido (Foto: Ana Regina Nogueira)

Diálogo com a poesia do “Legião Urbana” (itálico e aspas nos trechos referentes à letra da música “Quase sem querer”, intercalada com trechos meus em negrito)

Por Ana Helena Tavares em 04 de Fevereiro de 2011

“Tenho andado distraído,
Impaciente e indeciso
E ainda estou confuso…”

Que tal o mar pra voar?

O céu pra ser um peixe?

A fome pra ter sede?


“Só que agora é diferente:
Estou tão tranqüilo e tão contente.”

Já achou o pássaro que da água brota?

A impossível prova na escuridão?

“Quantas chances desperdicei,
Quando o que eu mais queria
Era provar pra todo o mundo
Que eu não precisava
Provar nada pra ninguém”

Quantas chances eu ganhei

Quando o que em mim sorria

Era um doar no mais profundo

Um doar que se alastrava

Num eterno vai e vem


“Como um anjo caído
Fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo
É sempre a pior mentira”

Verdade. Ou seria mentira?

Verdade. É como conter a ferida.

É ser o que controla.

É não brincar com o próprio ser.


“Mas não sou mais
Tão criança a ponto de saber tudo.

Já não me preocupo se eu não sei por que.
Às vezes, o que eu vejo, quase ninguém vê.”

Vejo um caminho

Sem fim nem início

Vejo a vida

Sem vício

Talvez sejam olhos

De criança intrusa

Que, ansiosa,

Se lambuza.

“Tão correto e tão bonito;
O infinito é realmente
Um dos deuses mais lindos!”

Tão honesta, tão sensata

A certeza é realmente

Um dos diabos

Mais feios.


“Sei que, às vezes, uso
Palavras repetidas,
Mas quais são as palavras
Que nunca são ditas?”

Sei que tantas vezes

Cometo muitos erros

Mas quem se leva a sério

Rodeia-se por medos.

04 de fevereiro de 2011,

Ana Helena Tavares

2 replies »

  1. Parabéns Ana Helena Tavares, pela competente “interferência” na poesia do Renato Russo.
    Aliás depois de olhar seus blogs constatei que competência é o que não te falta!
    Abração, garota.

    Curtir

Comente sem medo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s