A jaqueira da Bolívar

A jaqueira da Bolívar Por Ana Helena Tavares Tantos passos açodados E lá está ela majestosa: Galhos fortes, entrelaçados A uma orquídea bem cheirosa. Passos não cheiram, são arredios, Mas lá está ela admirável: Aos olhares menos esguios, À vida mais saudável. À sua rua um revolucionário Deu seu nome e esplendor. Merecia outro cenário, … Continue lendo A jaqueira da Bolívar