Todos os poemas

O mar – água que vai, vida que dura

Foto: Ana Helena Tavares

Água que volta, água que bate

Pegadas desconhecidas na areia
O mar as apaga… Eterno empate!
Lá vem novas pegadas em cadeia.

Vida que vai, vida que traz
Rostos dispersos na multidão
O tempo os mistura… E faz mais!
Deixa as marcas de uma lição.

Um grupo seria igual
Sem um de seus integrantes?
O mar se manteria original
Sem uma gota que estava lá antes?

Água que vai, vida que dura
Gotas que já não são mais do mar…
Rostos dispostos numa moldura
Vida que segue seu renovar.

Livremente inspirado numa aula de sociologia… Eterno empate!

Ana Helena Ribeiro Tavares
21 de junho de 2008

Comente sem medo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s