Todos os poemas

A água é dona da água?

Foto: Ana Helena Tavares

Na água a vida foi criada
É o elemento que purifica.
Desde que seja preservada
Com ela uma nação é rica

Para alguns povos é algo sagrado
A idolatram e elevam a mito,
Mas como sem ela nada é lavrado
Não a vejamos como um bem infinito.

Não a criamos, mas é nossa mais doce sina.
Foi o homem que lhe deu documento.
A lágrima o que é, senão água cristalina?
Sutil explosão corporal de um sentimento.

Para algo ser um mito não é preciso que de fato exista
Mas sem água o homem some, morre com ele a palavra viver…
Num mundo desértico, sem ninguém à vista…
Quem sobraria para esse mito manter?

Livremente inspirado numa aula de sociologia (e escrito logo depois dela…). Porque mestres inspiram. Mesmo!

09/06/2008 – 22h30min
Ana Helena Ribeiro Tavares

Categorias:Todos os poemas

Marcado como:, , ,

Comente sem medo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s