Tempo: a sorte da vida?

*Para o meu amigo Maurício Vieira, que sabe que sem amor não há tempo que cure ferida. Pelos caminhos do tempo Eu, pêndulo deslumbrado, Busco as rédeas do vento Que sempre me havia guiado. Dizem que o tempo é amigo da experiência, Mas ele sozinho não me clareia o escuro Que tão ingrata inconseqüência Quer … Continue lendo Tempo: a sorte da vida?

Sonhos não terminam de manhã! (ou Minas ainda há! 1ª e 2ª partes*)

Foto: Ana Helena Tavares - Para o meu amigo Gilson Caroni Filho, capixaba com alma mineira, alma de menino... Um menino incansável na luta por justiça, que tanto sonhou construir mudanças no mundo que hoje muda o mundo construindo sonhos. Vou para Minas, mas cadê Minas? Disseram que se desfez, disseram que agora é mar. … Continue lendo Sonhos não terminam de manhã! (ou Minas ainda há! 1ª e 2ª partes*)