Uma doença chamada homem

Por Leonardo Boff A dimensão assassina, sejamos concretos e humildes, habita em cada um de nós. Temos instintos de agredir e de matar. É da condição humana, pouco importam as interpretações que lhe dermos. A sublimação e a negação desta anti-realidade não nos ajuda. Importa assumi-la e buscar formas de mantê-la sob controle e impedir que inunde a consciência, recalque o instinto de vida e assuma as rédeas da situação. Freud bem sugeria: tudo o que faz surgir laços emotivos entre os seres humanos, tudo o que civiliza, toda a educação, toda arte e toda competição pelo melhor, trabalha contra a agressão e a morte.

Você sabe com quem está falando?

A fantástica palestra abaixo prova de forma descontraída o quanto somos miúdos no universo e o quão ridículos são os que se acham melhores que os outros. Vale mesmo a pena assistir por inteiro. É por isso que Fernando Pessoa dizia não saber "como falar com seus superiores sem titubear". Confira no vídeo abaixo o … Continue lendo Você sabe com quem está falando?