Vídeo: o corajoso depoimento que denunciou a queima de arquivos do exército depois da ditadura

Vídeo com o depoimento corajoso do cara que denunciou a queima de arquivos do exército logo depois da ditadura. O governo Sarney foi quando o próprio Firmino, como funcionário do Estado, foi responsável pela queima de arquivos. Mas ele diz que, de 92 a 95 (Collor, Itamar e FHC), também houve uma destruição geral. E ele denuncia ainda ter sofrido vários atentados e te sido torturado em 97, plena “democracia”!

O governo Sarney foi quando o próprio Firmino, como funcionário do Estado, foi responsável pela queima de arquivos. Mas ele diz que, de 92 a 95 (Collor, Itamar e FHC), também houve uma destruição geral. E ele denuncia ainda ter sofrido vários atentados e ter sido torturado em 97, plena “democracia”!

Abaixo, um vídeo com uma reportagem sobre o depoimento de Firmino à Câmara dos Deputados:

Em determinado momento da reportagem, é dito que ‎”os documentos (da ditadura militar) estão protegidos por 50 anos a partir de um decreto presidencial assinado no final de 2002″. Ou seja, pouco antes de passar o governo pro Lula, nosso ex-presidente FHC tratou de fazer isso. Parabéns pelo desserviço à nação.

%d blogueiros gostam disto: