Com licença, sociedade, que eu vou sair por aí com a minha caneta

Foto: Ana Helena Tavares O ônibus balançava, era hora do rush, mas os passageiros não eram muitos. Ou seria a platéia? Quem ali, ao passar por uma engarrafada Praça da Bandeira, ousaria imaginar que seria brindado com show exclusivo em pleno túnel Santa Bárbara? O artista? Um rapaz para quem a vida parece ter dado … Continue lendo Com licença, sociedade, que eu vou sair por aí com a minha caneta

Para derrubar o presidente que eu nunca quis ser

- Dedicado ao meu amigo Abílio Mendes, por ser um doido que acha que eu mereço fazer meus rascunhos "em bloquinhos à la Picasso". Acordo e abro os jornais ainda a meio olho. De repente, o céu se queda escuro sobre meu único olho aberto e me dá uma vontade incontrolável de voltar ao travesseiro … Continue lendo Para derrubar o presidente que eu nunca quis ser