Paulo Guedes: o Kamikaze do deus mercado

Paulo Guedes: o kamikaze do deus mercado, por Ana Helena Tavares

Por Ana Helena Tavares, jornalista

Há quem divida os ministros do Bolsonaro em: técnicos, ideológicos e fanáticos religiosos. Hoje, um deles, o ministro da economia Paulo Guedes, resolveu unir as três características, desfilando sua “técnica”, sua ideologia e seu fanatismo.

Guedes anunciou em Brasília novas medidas. Entre estas medidas, uma flagrantemente inconstitucional. A proposta de que servidores públicos filiados a partidos políticos percam, por isso, a estabilidade no emprego.

Anunciou isso portando uma pulseira com um versículo bíblico: Apocalipse 12:11. Lá, se lê:

“E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte”.

É um trecho bíblico que sustenta, por exemplo, a crença de um Kamikase que aceita ir para o sacrifício em nome de Deus.

Como se sabe, o deus em questão é o mercado e Guedes parece estar disposto a sacrificar um país por ele.

%d blogueiros gostam disto: