Mente minha?

A minha mente é como se não fosse, flutua…
Leveza e vontade de voar, uma criança brincando.

É minha mente.

Distraída do mundo, compenetrada a detalhes,
Cadê minha mente?

Se me perguntarem o que habita em minha mente, direi:
– Descubra, só você o pode.

Nos atos,
Nos gestos,
Nas palavras que dela saem.

Só sei que minha mente brinca comigo
Enquanto meu coração fala sério.
Meu coração é meu abrigo.
Minha mente é mistério.

21 de Outubro de 2009,

Ana Helena Tavares

%d blogueiros gostam disto: