Alguma arte: A ação é silêncio

Num deserto, um acerto Num laço, um descompasso No inverno, um começo No mar, um passo Acerto e desfaço Enlaço e desato Infernizo o avesso A parada é meu ato A ação é silêncio O não é um convite A inocência atordoa Quem não pagou está quite O mundo não tem espelho Se tivesse, o … Continue lendo Alguma arte: A ação é silêncio

Conversando com Gullar

 Um tempo atrás eu tinha uma "mania" de escrever "diálogos" com poetas consagrados. Ou seja, pegava trechos de poemas deles e ia mesclando com versos meus, como se estivéssemos conversando. Fiz isso com vários poetas. Recentemente, publiquei aqui o meu "diálogo" com Pessoa. Fez sucesso. Claro que o do Pessoa eu não tive oportunidade de declamar … Continue lendo Conversando com Gullar