Nova

Médico sanitarista fala sobre a responsabilidade social em tempos de pandemia

Por Ana Helena Tavares, jornalista

Uma sociedade mais solidária pode surgir a partir da experiência com pandemias, como a do novo coronavírus (COVID-19). Essa é a avaliação do médico sanitarista, PhD em epidemiologia, com décadas de experiência em saúde pública, no ensino/pesquisa, e em cargos de gestão governamental, Pedro Reginaldo Prata. Mas, para que essa esperança se concretize, é preciso que todos enxerguem sua responsabilidade social.

“Se as pessoas conseguirem se dar conta de que todo mundo é responsável pelo bem estar do outro, aí as pessoas vão querer se vacinar… Não é uma opção individual. Vacina é uma obrigação, que está te protegendo e protegendo os demais… Então, se eu estou doente, de uma doença que não tem vacina, e ela é transmissível, eu vou ficar quieto no meu canto para evitar que outras pessoas adoeçam, além da minha família”

Ele lembra que, numa sociedade desigual, é bom que ninguém esqueça dos que vivem em situação de pobreza, pois minimizar o sofrimento destes acaba minimizando o sofrimento de todos, até mesmo para que o sistema de saúde não entre em colapso.

“Aí a pessoa não quer pagar imposto. Mas esse imposto é para beneficiar a sociedade como um todo, inclusive aqueles que não têm condições”, pondera o médico.

Embora não concorde com a proposta de internação compulsória em hospitais já aventada por alguns governos para casos graves de COVID-19, Prata acentua que deve haver uma quarentena compulsória autoimposta pelo bom senso da população.

“Não deixa de ser uma atitude irresponsável, se o cara está com caso confirmado (de COVID-19), e, que se dane, acha que pode sair por aí. Não pode sair por aí.”, conclui.

Assista ao vídeo:

Este vídeo é um trecho de uma longa entrevista feita pela jornalista ana helena tavares com o sanitarista Pedro Reginaldo Prata e a primeira parte de uma série de matérias que serão publicadas aqui no QTMD? ao longo dos próximos dias sobre a pandemia de coronavírus. Em breve, o vídeo completo, com cerca de 1 hora de duração, será disponibilizado no Youtube.

4 respostas »

Comente sem medo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s