A Comunidade do Horto e a especulação imobiliária no Rio de Janeiro

Por Edson Santos Prezada Ana Helena, Agradeço muitíssimo por sua mensagem que, para mim, expressa um sentimento de confiança. Não sou bandido, grileiro ou invasor. Mas imagino os motivos que levaram esta senhora a se manifestar dessa forma em relação a mim. Provavelmente, a raiz das acusações está na visão preconceituosa que algumas pessoas nutrem em relação à bicentenária comunidade do Horto, onde nasci e fui criado, encravada na Zona Sul do Rio, área de forte interesse da especulação imobiliária. Para se ter uma perfeita compreensão do conflito que hoje opõe os moradores do Horto à atual administração do Instituto Jardim Botânico, é necessário colocar a questão em perspectiva histórica.

O discurso da professora e a falta de reação dos “psicopatas” da educação

Comentário da minha mãe, professora da rede municipal do Rio de Janeiro há 35 anos: "Infelizmente, essa fala não vai sensibilizar ninguém, porque já foi dita de outras maneiras milhões de vezes. Parece que estamos falando com psicopatas que cometem o crime, ou são coniventes, e não têm reação a não ser rir descaradamente e aplaudir momentaneamente … Continue lendo O discurso da professora e a falta de reação dos “psicopatas” da educação