Brincando com os versos

Versos em safra

Estafa…

De ver o que já foi visto

De sentir um imprevisto

Ops, será que arrisco?

Então… Nem pisco!

É safra…

De colher o que não plantou

De sofrer o que não calou

De viver o que não sobrou

De só ser o que não mudou

É garra…

De lutar por todo o grão

De mirar o gavião

De amar com paixão

De juntar mão com mão.

É farra…

Da cor que se mistura

Da dor que vence a surra

Da flor que se aventura

Do amor que é loucura.

04 de Janeiro de 2011,

Ana Helena Tavares

1 reply »

Comente sem medo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s