Brincando com os versos

Um poeminha sem nome

Os carros passam
As nuvens com contornos mil
Os observam imóveis
Imponentes

A vida passa
Os seres com mente vil
A observam escorregadios
Impertinentes

Os seres passam
A vida a alguns sorriu
Não aos vazios
Mas aos diferentes.

Abril de 2010,

Ana Helena Tavares

Também no Recanto das Letras

Comente sem medo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s