Mês: março 2010

O que aprendi com uma gaivota

Para os mais desavisados pode parecer banal. Onde se pode chegar observando “loops” de uma gaivota desgarrada?! Numa análise realmente interessada e cuidadosa, mostra-se uma metáfora magistral acerca de nossa própria rotina de vida. Nenhum ser humano detém verdades melhores nem piores que as de seus semelhantes. No […]